Histórico

Desde a sua criação, o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) procura se colocar  em compasso com as novas exigências e demandas de diversos segmentos da sociedade.

Sua origem, como pequeno Laboratório de Análises e Pesquisas dedicado aos estudos do solo e ao controle de pragas vegetais e doenças animais, data de 1940. Em 1941, o laboratório teve suas atividades ampliadas e passou a prestar serviços especializados com o nome de Instituto de Biologia Agrícola e Animal (IBAA), funcionando em sede própria no bairro do Juvevê, em Curitiba.

Com o apoio do interventor Manoel Ribas e a chegada de cientistas e pesquisadores de renome, o IBAA foi transformado em 1942 em Instituto de Biologia e Pesquisas Tecnológicas (IBPT). Durante duas décadas dirigido por Marcos Augusto Enrietti, o instituto ficou conhecido como Biologia e até hoje é lembrado pelos trabalhos realizados, tendo influenciado a criação de empresas e novos cursos na Universidade Federal do Paraná.

Dentre as inúmeras e significativas atividades desenvolvidas, destacam-se as contribuições para o desenvolvimento do processo de exploração do xisto pirobetuminoso de São Mateus do Sul, da produção de vacinas e quimioterápicos para uso animal e da cultura do mate solúvel. Relevantes também foram as atividades para o combate à broca do café; para o estudo do carvão mineral paranaense; para o levantamento e elaboração do mapa geológico e fitogeográfico do Paraná; para a fiscalização e combate à falsificação da gasolina no Estado; para os estudos analíticos de calcários e outros minérios, que deram origem à criação da Mineropar; e para a fiscalização de pesos e medidas, que originou o Instituto de Pesos e Medidas do Paraná (Ipem/PR).

Em 1978, o instituto passou por mais uma modificação, talvez a mais importante, quando foi transformado em uma empresa pública, ganhando autonomia e ampliando, mais uma vez, suas áreas de atuação.

As áreas de eletro-eletrônica e metal-mecânica passaram a fazer parte do escopo de atividades do instituto por meio de um acordo com a Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica) firmado em 1991. A cooperação foi definida para servir de apoio principalmente à indústria automobilística, que estava se instalando no Estado. O Tecpar construiu uma nova sede na Cidade Industrial de Curitiba e contratou técnicos, e o governo japonês ficou responsável por equipar o novo centro voltado à qualidade industrial e pelo treinamento especializado.

Hoje, o Instituto de Tecnologia do Paraná é reconhecido como um centro de referência nacional e busca novas tecnologias e o desenvolvimento de novos produtos para a saúde pública brasileira, fortalecendo as relações e compromissos com os governos estadual e federal. A oferta de produtos e serviços de qualidade têm o objetivo de contribuir para o crescimento econômico e o desenvolvimento social do Estado e do país.

A integração com diversas instituições de ensino superior e da área de ciência, tecnologia e inovação e a articulação de núcleos internos de pesquisa e desenvolvimento resultam na execução de vários projetos conjuntos, estruturação de centros de referência, expansão de programas para diversas regiões do Estado e difusão do conhecimento.

Com sede na Cidade Industrial de Curitiba, o Tecpar possui mais quatro unidades: uma unidade no bairro do Juvevê, em Curitiba; uma em Araucária; uma em Jacarezinho e uma em Maringá.

Compartilhe: Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this pageEmail this to someone

Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar)

Empresa pública criada em 1940 e vinculada à Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, o Tecpar atua em pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação.

Instituto de Tecnologia do Paraná tecpar 2017 todos os direitos reservados