Qualidade de tornozeleiras eletrônicas é atestada pelo Tecpar

tornozeleira_01

Mais de 40 mil detentos de 16 estados brasileiros utilizam tornozeleiras eletrônicas cuja qualidade é aprovada pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar). A Spacecom, maior empresa de monitoramento de sentenciados da América Latina, com sede em Curitiba, busca os serviços de avaliação de conformidade do Instituto há dez anos.

O equipamento, que já monitorou mais de 250 mil detentos em todos o país, capta a localização dos satélites de GPS, calcula suas coordenadas de latitude e de longitude, e verifica se a pessoa está cumprindo as regras que a Justiça determinou.

A tornozeleira é concedida a pessoas em duas situações: as que já foram condenadas e evoluíram do regime fechado para o semiaberto ou para pessoas que ainda estão respondendo a processo mas não precisariam ficar necessariamente presas.

Antes de ser disponibilizada aos estados – o Paraná é uma das 16 unidades federativas que utiliza o equipamento –, a Spacecom envia amostras de tornozeleiras eletrônicas ao Tecpar para duas avaliações: de tração e de temperatura.

COMO FUNCIONA – O teste de tração é feito em dois momentos: na primeira etapa, os técnicos do Tecpar avaliam, após “esticarem” a tornozeleira com equipamentos durante dois minutos em elevada carga de força, se a tornozeleira continua a funcionar e se há algum rompimento; na segunda fase, determina-se a força necessária para rompê-la.

Já o teste de temperatura mostra se o sistema eletrônico da tornozeleira continua a funcionar em temperaturas extremas: em uma câmara climática, o dispositivo é submetido a temperaturas de -10°C por meia hora e, em seguida, a 55°C por mais trinta minutos. A ideia é avaliar se dados como mapas de deslocamentos, por exemplo, continuam a ser enviados neste intervalo de temperaturas.

O diretor-presidente da Spacecom, Savio Bloomfield, afirma que as duas avaliações são feitas pelo Tecpar desde a fundação da empresa, em 2009. “Os testes oferecem a garantia de qualidade ao sistema judiciário, com um equipamento confiável e seguro. Além de 16 estados que já usam nossa tecnologia, a Justiça Federal também utiliza nossas tornozeleiras em presos, por exemplo, da Lava Jato”, conta Bloomfield.

APOIO TECNOLÓGICO – O diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, ressalta que faz parte da atuação do Instituto o apoio a empresas nacionais na área de soluções tecnológicas. “O Tecpar dispõe de estrutura laboratorial e competência técnica de excelência para atender o mercado nacional e internacional e oferece aos empreendedores e empresários soluções que atestam qualidade, credibilidade e segurança para seus produtos”, afirma.

O Tecpar realiza, na área de medição e validação, mais de 15 mil calibrações e validações ao ano, e na área de tecnologia de materiais, cerca de 10 mil ensaios por ano.

 

This entry was posted in . Bookmark the permalink.

Compartilhe: Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this pageEmail this to someone

Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar)

Empresa pública criada em 1940 e vinculada à Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, o Tecpar atua em pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação.



Instituto de Tecnologia do Paraná tecpar 2017 todos os direitos reservados