Tecpar apoia estudo estratégico na área de biotecnologia

O Paraná conta com um planejamento estratégico para alavancar o desenvolvimento do setor de biotecnologia a curto, médio e longo prazo. Trata-se do Rotas Estratégicas para o Futuro da Indústria Paranaense, o Roadmap Biotecnologia 2031, lançado nesta quarta-feira (15) pelo Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Sistema Fiep), em Curitiba.

A elaboração do documento teve a colaboração do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e o apoio da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz Paraná); Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) e Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Presente à solenidade, o diretor-presidente do Tecpar, Fábio Cammarota, afirmou que a área de biotecnologia é um segmento emergente da economia e que o instituto está investindo intensamente na retomada da produção industrial, com o apoio da Fiep.

“O Tecpar está envolvido em oferecer oportunidades para o desenvolvimento da biotecnologia no Paraná. Estamos aqui com a Fiep e outras entidades parceiras no lançamento da rota estratégica que aponta indicativos e diretrizes para a ação, que vão integrar Tecpar, Fiocruz, Butantã e todos os outros centros e parque tecnológicos do Brasil”, pontuou o diretor-presidente.

MAPA –  Para a elaboração do roadmap, foram consideradas as evoluções ocorridas até o momento e incorporadas transformações socioeconômicas e tecnológicas em curso. No documento há estudos em relação a mudanças e tendências da economia, da tecnologia e da sociedade, com o objetivo de antecipar o impacto destes acontecimentos no setor de biotecnologia.

O estudo reconheceu o que precisa ser continuado e propôs uma agenda de ações convergentes para o desenvolvimento industrial sustentável do Paraná. São relacionados 24 fatores críticos e 507 ações de futuro em questões de biotecnologia que são comuns a segmentos como agronegócio, saúde e meio ambiente.

COLABORAÇÃO – A elaboração do Roadmap Biotecnologia 2031 teve a participação de oito especialistas do Tecpar: Ana Paula G. Palka, Giselle Almeida Nocera Espírito Santo, Jaiesa Zych Nadolny, Luciana Lopes Pedroso (ex-colaboradora), Luciene Airy Nagashima, Meila Bastos de Almeida Cardoso, Nilson Marcos Tazinafo, Reginaldo de Souza (ex-diretor).

A médica veterinária e gerente do Centro de Experimentação Biológica do Tecpar, Meila Bastos de Almeida participa do grupo de trabalho desde 2014. Ela conta que a colaboração do instituto foi fundamental para incluir temas importantes. Um exemplo está na área de biotecnologia animal, em que o Tecpar contribuiu para melhorar a legislação de importação de insumos para indústria.

“Uma das principais contribuições foi a inclusão dos ensaios pré-clínicos como um dos gargalos da pesquisa no Paraná, já que as instituições apontavam que a gente não conseguia realizar esta etapa da pesquisa, para depois fazer os testes clínicos em pacientes”, conta Meila. “Então conseguimos incluir no documento que o Paraná tenha um centro de ensaios pré-clínicos como uma perspectiva para 2031”.

CENÁRIO – De acordo com o estudo, a maior parte das empresas com atividades biotecnológicas no Brasil está concentrada nas Regiões Sul e Sudeste. O Paraná aparece como quinto estado com maior número de empresas na área, sendo mais de 80% delas dedicadas à área alimentar.

Do total de empresas biotecnológicas no Brasil, 63% aplicaram algum tipo de inovação. No Paraná, esse percentual cai para 26%, muito abaixo da performance de outros estados da Região Sul. Em relação ao comércio exterior, o Paraná se destaca como o segundo estado brasileiro que mais exporta produtos biotecnológicos, ficando atrás apenas de São Paulo.

PLANEJAMENTO – O Sistema Fiep iniciou o planejamento de longo prazo da indústria em 2005, identificando os Setores Portadores de Futuro para 2015. Em seguida, estes setores foram desdobrados em roadmaps (mapas do caminho) estratégicos.

Assim, foi criado o projeto Rotas Estratégicas para o Futuro da Indústria Paranaense 2031, que tem o propósito central de mapear os caminhos do futuro desejado para cada um dos setores, áreas e segmentos identificados como promissores para a indústria do Paraná até 2031.

fiep_roadmap 6

This entry was posted in . Bookmark the permalink.

Compartilhe: Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this pageEmail this to someone

Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar)

Empresa pública criada em 1940 e vinculada à Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, o Tecpar atua em pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação.



Instituto de Tecnologia do Paraná tecpar 2017 todos os direitos reservados